A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Planejamento autoriza concursos públicos para contratar 1.297 novos servidores


Na Fazenda, são 1.026 vagas para cargos de nível médio; ICMbio oferecerá 221 de nível médio e 50 de nível superior

O Ministério do Planejamento autorizou hoje a realização de concursos públicos destinados ao provimento de 1.297 vagas em dois órgãos federais: no Ministério da Fazenda e no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMbio, vinculado ao Ministério do Ambiente.

De acordo com a Portaria 421, o Ministério da Fazenda vai contratar 1.026 assistentes técnico-administrativos em seu Plano Especial de Cargos. A exigência é de nível médio de escolaridade. Esses servidores entram no cargo recebendo a remuneração de R$ 2.802.

Já o ICMbio foi autorizado, por meio de duas portarias, a oferecer um total de 271 cargos, dos quais 241 destinam-se à substituição de funcionários terceirizados no quadro de pessoal efetivo do instituto.

Conforme a Portaria 419, essas vagas são as seguintes: 168 técnicos administrativos e 53 técnicos ambientais, ambos com exigência nível médio de escolaridade e remuneração inicial de R$ 3.039; e 20 vagas para o cargo de analista administrativo, de nível superior, com remuneração inicial de R$ 5.761.

Outra portaria, a de número 423, autoriza o ICMbio a contratar 30 analistas ambientais – também de nível superior, com remuneração inicial de R$ 5.761 – especificamente para lotação nas unidades de conservação da Bacia do Tapajós, no Pará.

A realização dos concursos públicos observa o que está disposto no Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009. O edital de abertura das inscrições deve ser publicado em até seis meses, a partir de hoje.

Fonte: Planejamento