A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Em greve, servidores do HFA cobram correção de erro reconhecido pelo próprio governo


Desde o ano passado, servidores do HFA cobram a correção de um erro reconhecido pelo próprio governo. Após diversas tentativas e sem obter solução para o problema, a correção de distorções remuneratórias e a busca pela retroatividade desses valores, a partir de janeiro de 2013, levaram a categoria a deflagrar este mês uma greve por tempo indeterminado. Além da correção desse erro, que tem prejudicado muitos servidores, a categoria busca a criação de uma gratificação provisória e a realização de concursos públicos. Em reunião nesta quinta-feira, 15, o Ministério do Planejamento informou à Condsef que vai promover as correções nos Vencimentos Básicos (VB) de todos os cargos que tem valores inferiores aos da tabela do PGPE. No entanto, não estipulou prazo para que isso ocorra, o que deve manter a categoria mobilizada.

Sobre a gratificação pleiteada pelos servidores, o Planejamento disse que não havia o que responder já que esta discussão se dá na Secretaria de Gestão Pública. Quanto à retroatividade da diferença referente ao erro cometido pelo governo, o Planejamento se comprometeu a conversar com outros segmentos do governo e buscar uma resposta para a categoria. Uma nova reunião com os servidores do HFA está agendada para o dia 22 deste mês, às 15 horas.

A Condsef segue dando todo apoio as greves dos setores de sua base. Toda categoria deve permanecer atenta. As informações de interesse dos setores da base da Condsef seguem sendo divulgadas aqui em nossa página.

Fonte: Condsef