A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

terça-feira, 6 de agosto de 2013

A Condsef conseguiu confirmar reuniões no Planejamento para tratar pauta pendente dos servidores


A Condsef insistiu e conseguiu confirmar reuniões na Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento para dar continuidade a negociações de temas assegurados, principalmente, em termos de acordo. No próximo dia 14, às 10 horas, uma reunião vai debater itens contidos no termo de acordo nº 11 que incluem mudanças na estrutura remuneratória da gratificação de desempenho que se leva para aposentadoria, questões ligadas à gratificação de zona local e áreas de difícil acesso, regulamentação e criação de gratificações de qualificação para todas as categorias e ainda equiparação da tabela salarial criada pela Lei 12.277/10. Foi confirmada ainda uma reunião para esta terça-feira, 6, às 18 horas, para seguir buscando solução do impasse instalado no Dnit que segue com servidores em greve.

A Condsef também conseguiu confirmar reuniões para tratar pauta pendente dos servidores da Área Ambiental (14/08 às 15 horas), Incra (15/08 às 10 horas) e PCCTM (15/08 às 15 horas), esta última irá discutir inclusão de servidores do PGPE na carreira de Tecnologia Militar. Todos com reuniões confirmadas são setores com termos de acordo firmados. Reveja itens dos termos clicando aqui. A Condsef também cobrou uma reunião para tratar pauta dos servidores do HFA, outra categoria da base da Condsef em greve, além de cobrar reuniões que também contam com participação do Sinagências para encontrar entendimento na pauta dos servidores do DNPM e Agências Reguladoras.

A Condsef voltou a cobrar também agenda para debater pendências na Ciência e Tecnologia e para os demais setores de sua base que precisam seguir debatendo diversas pendências em suas pautas específicas. Para setores que não tiveram reunião confirmada, o governo voltou a dizer que irá retomar agenda de reuniões apenas em setembro. Apesar disso, a Condsef continuará insistindo uma vez que é importante tentar avanços em todos os debates que seguem pendentes nas mesas de negociação.

Fonte: Condsef