A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Presidente da Câmara diz que vai retirar da pauta o PL 4330/04 e urgência do PLP 92/07

Todos ao 11/07 pelas nossas reivindicações


Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (03/07) na Câmara dos Deputados em Brasília o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves, recebeu as Centrais que estão convocando o dia de luta com greves e paralisações que ocorrerá em 11/07. 

As Centrais apresentaram ao deputado a pauta que foi definida em consenso pelas entidades e que é a base da mobilização que está sendo construída.

Na reunião, Alves firmou pelo menos três importantes compromissos com os sindicalistas que lá estavam representando as centrais:

1 – Comprometeu-se em retirar da pauta de votação o PL 4330 (que escancara as terceirizações). Isso não encerra essa luta, já que o projeto não será arquivado. Só com a continuidade da luta poderemos barra-lo de vez;

2 – Alves disse que vai exigir da Presidência da República uma definição acerca do Fator Previdenciário. O tema necessita entrar na pauta do congresso para que seja votada a derrubada ou não do veto feito pelo ex-presidente Lula;

3 – A partir de uma proposta apresentada pela CSP-Conlutas, o presidente da Câmara comprometeu-se em não acatar o pedido de urgência para votação do PL 92/2007. Este projeto é extremamente danoso porque é mais uma forma de privatizar as políticas públicas através da criação das fundações públicas de direito privado.

Para o dirigente da CSP-Conlutas, Atnágoras Teixeira Lopes que representou a Central, a reunião foi um importante, mas é preciso manter a mobilização: “estes foram importantes compromissos assumidos pelo Presidente da Câmara, mas o que pode garantir de fato conquistas nas reivindicações constantes da pauta das Centrais é jogar todo peso nas mobilizações, a começar pelo Dia nacional de Mobilizações com greves e paralisações e manifestações marcado para o dia 11 de julho”.

Ainda nesta quarta-feira haverá reunião com o Presidente do Senado, Renan Calheiros quando também será entregue a pauta apresentada na Câmara.

Fonte: CSP-Conlutas