A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

terça-feira, 30 de julho de 2013

Arquivado processo contra ex-secretário


A Comissão de Ética Pública decidiu arquivar o processo contra o assessor especial do gabinete pessoal da Presidência da República Alessandro Teixeira, flagrado em abril pela reportagem do Correio utilizando carro oficial para ir a uma academia de ginástica. No entendimento do presidente do colegiado e relator do processo, Américo Lacombe, o assessor, na época secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), não cometeu falta ética.

“Ele não usou carro oficial para ir à academia. Ele usou para ir para casa e parou no meio, fez um percurso um terço menor. O carro não esperou por ele, então não teve problema”, argumentou Lacombe. O presidente da comissão, contudo, afirmou ter dado um “puxão de orelha” no servidor ao redigir o voto. 

“Não houve falta ética, mas ele foi imprudente de sair com roupa de ginástica, parar o carro na academia”, observou Lacombe. “Se uma pessoa saiu do trabalho e marcou um jantar no restaurante, ele pede para deixar no restaurante, que é no meio do caminho. É chato (fazer isso) com carro oficial, mas ele podia.” 

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário