A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Aos poderosos tudo, aos trabalhadores a conta do banquete!


A Resolução 96/2013, que dispõe sobre o ocioso estacionamento do INPI, trás umas coisas bem curiosas, além dos clássicos erros de formatação (ex. Art. 3, incisos III e IV), como este aqui:

Art. 14 É expressamente proibida a permanência de pessoas nas dependências das garagens, salvo para o caso de embarque e desembarque.

Primeiro de tudo, o equivoco na utilização do termo "permanência" em relação a embarque e desembarque. Embarque e desembarque jamais poderiam ser considerados como situações nas quais uma pessoa permanecesse em dado, lugar, pois são transitórias, a pessoa passa pelo lugar sem intenção de permanecer, não havendo continuidade.

Muito curiosa também é a distribuição de vagas de motos e bicicletas privilegiando a presidência, apesar de outras áreas terem muito mais servidores... Pior veda a cessão entre as áreas (art.3, II), ou seja, pode haver ociosidade... Então a presidência conta com cinco vagas de moto + 5 vagas de bicicleta, totalizando 10, além dos carros dos FC / DAS4 para cima...

Terrível isso, ao poderosos tudo, aos trabalhadores a conta do banquete!
(e viva ao elevador privativo)

Fonte: Sintrasef/RJ