A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Sondagem sobre condições de trabalho pode significar preparação de novo golpe para os trabalhadores


Nesta semana o  tomou conhecimento de um questionário aplicado aos servidores descentralizados do Ministério da Saúde que atuam nas Coordenações Regionais de Saúde - CRES. O referido questionário está denominado como “avaliação das condições de trabalho dos servidores da CRES” e traz perguntas sobre o dia-a-dia do trabalhador daquele local. 

O SINTSEF/CE acompanhou a visita de duas médicas à 3ª CRES, em Maracanaú para aplicação da tal avaliação. Porém, ao ter acesso às perguntas representantes do sindicato avaliaram que a intenção da pesquisa pode ser a de prejudicar o trabalhador futuramente. 

Há perguntas fechadas, isto é, para escolha de opções já colocadas e perguntas abertas, que devem ser respondidas com a escrita do servidor. 

No caso das perguntas fechadas os servidores tem as mesmas opções para coisas que fazem todos os dias, três vezes por semana ou nunca fazem. 

A percepção do sindicato é que há uma intenção de descaracterizar o trabalho do agente de endemias, por exemplo, em relação àquelas pessoas que estão mais no escritório que em campo. 

O golpe seria futuramente retirar a Gratificação de Atividade de Combate e Controle de Endemias - GACEN, justificando que o trabalhador não está todo dia no campo. O mesmo se aplica para o adicional de insalubridade. 

Na semana que vem a equipe aplicará os questionários na CRES de Barbalha. Fiquemos atentos! O sindicato acompanhará de perto este movimento do governo.

Fonte: SINTSEF/CE