A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Policarpo defende autonomia dos Defensores Públicos

Na tarde desta quarta-feira (3/4) a Câmara realizou audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça para discutir a Proposta de Emenda à Constituição 207, que defende autonomia da Defensoria Pública da União.

O deputado federal Policarpo defendeu a autonomia administrativa e financeira da Defensoria e afirmou que a Câmara está de acordo com a proposta. “Creio que o tema está pacificado na casa, eu estou convencido da importância da autonomia e espero que em breve possamos comemorar esta vitória”, afirmou.

A autonomia defendida na PEC já é garantida às Defensorias Públicas dos Estados o que, segundo o presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais, Gabriel Oliveira, permitiu uma modernização destas defensorias. “A autônima permitiu uma série de melhorias na prestação de serviço do cidadão pobre que a defensoria da União ainda não tem”, disse.

Durante a cerimônia alguns usuários da Defensoria Pública da União deram testemunho da importância da instituição. “Eu não tinha confiança na justiça, mas pude comprovar que na Defensoria Pública da União se ganha e se leva e esta PEC precisa ser aprovada porque o serviço foi bom para mim e precisa ser bom para todos”, disse Waldemar Felix.

Amanhã (4/4), o deputado Policarpo e um grupo de parlamentares participará de reunião com a ministra do Planejamento Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, para discutir a convocação dos aprovados no último concurso da Defensoria Pública da União e a realização de novo concurso. De acordo com o Gabriel Oliveira, há uma demanda de cerca de 3 mil defensores. Para defender os interesses da União são 8mil e para defender povo, hoje, contamos com 480 em todo o país” disse.

Fonte: Site do Deputado Policarpo