A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

ELEIÇÕES SINTSEF CEARÁ



Boletim Informativo - Chapa 2 Lutar pra Transformar - Fevereiro de 2013


O SINTSEF/CE passou por profundas transformações no último triênio. Intensifi camos a combatividade e ampliamos a participação da categoria. Atribuímos à atual direção colegiada e à nossa entidade os valores de ética, transparência e de inclusão da categoria nos grandes debates. Contribuímos decisivamente para a união dos trabalhadores do serviço público federal no Ceará, consolidando uma cultura de lutas pela manutenção de direitos adquiridos e por novas conquistas. 

Nesse sentido, os que compartilham as ideias da Chapa 2 – Lutar pra Transformar, trabalharam e continuarão trabalhando para que prevaleça o espírito crítico e de estímulo ao aprofundamento das discussões. Os que fazem a Chapa 2 não concordam com a ideia de visão única, sectária e de alienação que durante quase duas décadas foi a prioridade dos que estiveram à frente do SINTSEF/CE. Acreditamos que somente com democracia e participação seremos capazes de resgatar valores essenciais para os servidores públicos federais, como o apoio incondicional da sociedade brasileira, bem como a construção de um serviço público digno e de qualidade. 

Estamos mais uma vez preparados para liderar e conduzir politicamente o SINTSEF/CE nos próximos três anos, exatamente porque precisamos manter nossa representação no campo do sindicalismo independente, combativo e classista. Sabemos que teremos muitos desafi os e para superá-los é preciso coragem, trabalho e determinação, valores constantes em nossa trajetória de lutas e vitórias. 

A atual direção colegiada do SINTSEF/CE no ano de 2012 esteve à frente na construção da maior GREVE dos servidores públicos federais nos últimos quinze anos. Participou ativamente das marchas locais, nacionais e contribuiu na discussão política para que o movimento se fortalecesse e ganhasse a dimensão que nos conduziu para um resultado mais favorável do que o inicialmente estabelecido pelo governo e pela imprensa burguesa. 

O momento é de manter a união da categoria. É hora de ampliarmos a nossa capacidade de lutar para enfrentarmos os problemas acumulados e os desafios que virão. Nós da Chapa 2 – Lutar pra Transformar precisamos do seu voto, para juntos aprofundarmos o projeto político iniciado em 2010 e construirmos um SINTSEF/CE cada vez mais forte, mantendo nosso sindicato a altura de sua história e da importância da sua categoria. Vamos à luta. 

Nos dias 04 e 05 de março vote 
CHAPA 2, LUTAR PRA TRANSFORMAR. 

O QUE CONQUISTAMOS E REALIZAMOS COM A PARTIPAÇÃO DA CATEGORIA DE 2010 A 2013 

  • Aproximação da direção com a categoria, através de inúmeras visitas aos locais de trabalho; 
  • Mobilização e organização dos servidores para lutar pelas reivindicações nas campanhas salariais; 
  • Organização e participação em caravanas e passeatas; 
  • Realização de cursos de formação política nas delegacias sindicais e na capital; 
  • Formação política refl exiva, crítica e plural desenvolvendo a consciência política respeitando todas as linhas de pensamento promovendo o debate de ideias; 
  • Organização de vários debates no Conselho de Delegados de Base e assembleias da categoria; 
  • Reestruturação do Setor Jurídico, repercutindo na multiplicação do número de ações ganhas, principalmente, através do Juizado Especial Virtual; 
  • Vitórias em centenas de ações judiciais: Em 2010, foram benefi ciados 77 servidores de 14 orgãos num total de R$ 2.407.578,97. Em 2011, 2218 servidores, 27 órgãos, R$ 48.570.526,36. Em 2012, 1471 servidores, 30 órgãos, R$ 6.412.010,78. 
  • De acordo com o que defendemos historicamente, foi aprovada a retirada do estatuto a cobrança dos 5% dos valores recebidos das ações ganhas pelo SINTSEF; 
  • Com muita luta e participação da atual Direção do SINTSEF/CE e da CONDSEF foi aprovada a lei que garante defi nitivamente a complementação salarial (Bolsa) dos servidores do DNOCS; 
  • Inovação das reuniões mensais de aposentados e pensionistas, mantendo a discussão política associada com o debate de outros temas de interesse social, além da promoção de momentos culturais e de lazer; 
  • Realização de noites culturais com temas musicais diversifi cados dando oportunidades aos talentos da categoria reunindo as famílias dos fi liados e convidados; 
  • Reformulação do “site” da entidade, do jornal e do informativo diário (Voz do SINTSEF) enviado pela internet; 
  • Realização de seminários e debates de temas de interesse da categoria, tais como, assédio moral, intoxicação por produtos químicos, comunicação sindical, concepções ideológicas entre as centrais sindicais; 
  • Conquista da classifi cação do Centro de Triagem de Animais Silvestres do IBAMA como local de trabalho insalubre. 


POR QUE VOTAR NA CHAPA 2 

É HORA DE CONTINUAR AVANÇANDO E TRANSFORMANDO 


  • Continuar e intensificar a luta em defesa por melhores condições de salário e de trabalho e demais reivindicações dos servidores da administração direta, indireta e fundacional; 
  • Intensificar a luta pela reestruturação dos órgãos e entidades do Serviço Público Federal;
  • Dar continuidade à luta pela paridade da gratificação de desempenho entre ativos, aposentados e pensionistas com posterior incorporação ao vencimento básico; 
  • Lutar pela regulamentação da lei de combate ao assédio moral; 
  • Reforçar a campanha nacional pela revogação da Reforma da Previdência (Emenda Constitucional nº 41/2003) que criou o Fundo de Previdência Complementar do Servidor Público – FUNPRESP; 
  • Dar continuidade à luta pela aprovação da PEC nº 555 (fi m da contribuição dos inativos à previdência); 
  • Continuar a luta pela extensão da lei nº 12277/10 para os demais cargos do nível superior do serviço público; 
  • Continuar a luta pela tabela do Seguro Social para os demais cargos de nível médio e auxiliar; 
  • Lutar contra a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), por conseguinte contra a privatização dos Hospitais Universitários; 
  • Buscar o enquadramento no RJU (Lei nº 8112/90) dos anistiados e demitidos no Governo Collor; 
  • Continuar a luta pela aprovação dos Projetos de Lei - PL’s nºs 4293/08 e 7546/10 que tratam do retorno ao trabalho dos PDVistas estatutários e celetistas; 
  • Lutar pela regulamentação da Negociação Coletiva de Trabalho com data-base em 1º de maio; 
  • Construir um novo e maior auditório para o SINTSEF, espaço para biblioteca e videoteca; 
  • Continuar a luta pelo fortalecimento dos sindicatos gerais e CONDSEF como legítimos representantes dos trabalhadores da CONAB; 
  • Implementar campanha de comunicação permanente, buscando divulgar a importância do servidor e do serviço público para a população; 
  • Defender a implementação da Reforma Agrária já; 
  • Lutar em defesa do meio ambiente, da agroecologia e da soberania ambiental; 
  • Pelo fortalecimento do SUS e da Saúde Pública; 
  • Realizar reuniões itinerantes da Direção Colegiada nas sedes das delegacias sindicais de base; 
  • Interiorizar o atendimento jurídico nas sedes das delegacias sindicais de base; 
  • Na capital, levar o atendimento jurídico aos locais de trabalho; 
  • Lutar pelas reivindicações dos trabalhadores da Secretaria da Saúde Indígena –SESAI; 
  • Fortalecer os planos de saúde de autogestão (Fassincra, Geap, Capesaúde etc); 
  • Lutar pela implementação das gratifi cações da GQ e RT; 
  • Lutar pela implementação do plano de capacitação do conjunto de servidores; 
  • Lutar pelo cumprimento da Lei 12317/10 que estabelece a jornada de trabalho do assistente social em 30 horas semanais; 
  • Lutar pela extensão da GACEN para todos os servidores do controle de endemias independente do cargo; 
  • Realizar encontros regionais de aposentados e pensionistas.




Fonte:
Textos e Fotos: Chapa 2 
Diagramação: Victor Marques (Exp Gráfica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário