A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

quarta-feira, 13 de junho de 2012

CONSTRUÇÃO DA GREVE GERAL EM SC

"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados" - Mahatma Gandhi

Servidores Públicos Federais em SC,

Integrantes e aliados do Grupo Renovação Transparência e Luta, estiveram em Brasília dias 05 e 06 de junho participando de duas plenárias: da CONDSEF e do Fórum das Entidades dos Servidores Públicos Federais, composto por 31 Entidades. Representantes de todos os seguimentos informaram sobre a disposição das diversas categorias pela realização da GREVE GERAL.

Com o indicativo de Greve Geral para 18-06, é preciso debater as razões da decisão pela greve, papel político da figura do dirigente sindical que faz o elo entre a base e o sindicato.

Porém, apesar dos vários apelos dos filiados para que seus representantes sejam eleitos, a maioria dos órgãos da base do SINTRAFESC continuam sem o reconhecimento do direito de eleger seus dirigentes. Fato que obriga o Grupo que luta pela renovação do SINTRAFESC a retomar a coleta de assinaturas do abaixo-assinado para que a direção do Sindicato, que votou pela greve, cumpra o Estatuto da Entidade.

O boletim eletrônico do SINTRAFESC de 11-06-2012, EM PLENO MOVIMENTO GREVISTA, informa a base da reunião realizada no IBAMA que referendou uma diretora e uma aposentada integrante do teatro do Sindicato a participarem da Rio+20, a ser realizada de 20 a 22-06, no Rio de Janeiro. Mas e o embate com o Governo? Sabemos que os sindicatos de todo o país estão realizando reuniões nos locais de trabalho para iniciarem a Greve Geral dia 18-06, próxima segunda-feira. E a Plenária Nacional da CONDSEF nesse mesmo dia (18-06), no Rio de Janeiro? Não há convocatória para eleger delegados para essa Plenária? Não mandar representantes para uma plenária com esse fim significa que o SINTRAFESC não se engajará na luta, independente da opinião de sua base?

Outro informe do boletim que chama atenção é a convocatória da Assembleia Geral Extraordinária para o dia 15-06-2012, às 14h30min, em São José, na sede do Ministério da Agricultura para eleger dirigente sindical de base (figura importantíssima, representante da base no Conselho Deliberativo do SINTRAFESC).

Enquanto isso: AGU, Hospital de Guarnição, INCRA-Fpolis (órgão da presidente), entre muitos outros localizados na capital terão que se deslocar até São José para eleger seus representantes nesta Assembleia. Causa estranheza o MAPA ter 5 representantes na direção, sendo 4 da grande Florianópolis, e levar quase dois anos para conseguir eleger seu dirigente sindical de base.

Os servidores federais tem acompanhado o quanto a CONDSEF já conversou, negociou e insistiu. No entanto, o Governo chega para os encontros agendados com o nítido propósito de enrolar e remarcar reuniões para no fim dizer que ainda não concluiu o estudo desta ou daquela reivindicação feita na reunião anterior.

Esse movimento das Centrais (CUT, CONLUTAS e CTB), Federações e Confederações visa garantir entre outros itens:

1. Reposição inflacionária,

2. Definição de data base para 1º de maio,

3. Reajuste dos benefícios,

4. Retirada de MPs e PLs que prejudicam os servidores públicos federais diretamente.

O Grupo Renovação, Transparência e Luta, espera mais uma vez, que a direção do SINTRAFESC cumpra o papel de Entidade Sindical e visite os diversos setores para construir e organizar a categoria para a GREVE GERAL, que a própria presidente do SINTRAFESC junto com os demais presentes às Plenárias votaram para ter inicio em 18 de junho de 2012.

Abaixo as deliberações da Plenária Nacional da CONDSEF de 04/06/2012, para as quais a base de SC aguarda Convocatória do SINTRAFESC para participar efetivamente:

1. Indicativo de greve para o dia 18-06-2012;

2. Marcha dia 20-06-2012, no Rio de Janeiro, como uma atividade do Rio+20;

3. Plenária da CONDSEF dia 18-06-2012, no auditório do SINTRASEF, no Rio de Janeiro.

4. Organizar ato no Cristo Redentor, como uma atividade paralela do Rio+20;

5. Após deflagração da greve, organizar o Comando de greve, garantido um representante dos setores em greve;

6. Preparar uma Campanha Nacional contra a corrupção. Definir no Conselho Deliberativo das Entidades o formato;

7. Agilizar a reunião com o Governo pra tratar dos Planos de saúde auto-gestão.

Saudações Sindicais,

Grupo Renovação, Transparência e Luta
Unidos pelos ideais. Independentes pelas ideias.

Acompanhe as notícias de interesse do funcionalismo público:
Blog: http://renovacaotransparenciaeluta.blogspot.com/
Facebook: Hora de Renovar Sintrafesc