A aposentadoria não significa um final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos e projetos

sábado, 3 de dezembro de 2011

Trabalhadores da Conab não devem participar de assembleia convocada por entidade ilegítima

A Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) e seus sindicatos filiados em todo o Brasil alertam e orientam os trabalhadores da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) a não participarem de assembleias convocadas pela CNTC (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio). Trata-se de uma confederação de aluguel que não tem qualquer legitimidade junto aos trabalhadores da Conab. A CNTC é uma entidade de fachada que não tem nenhuma representatividade na base da Conab e está sendo usada para atender interesses da direção da empresa e uma minoria da direção executiva da Asnab Nacional. Essa minoria quer aprovar, contra vontade da maioria dos trabalhadores, um acordo coletivo que não atende aos interesses e necessidades da categoria. Para não legitimar uma irregularidade e responder a essa afronta a organização sindical, a orientação é para que todos não participem dessas assembleias convocadas por esta confederação do comércio que nenhuma ligação com setor público possui.
Ainda para combater as constantes afrontas ao direito a livre organização dos trabalhadores a Condsef tem tomado uma série de providências legais. Esta semana a assessoria jurídica da Condsef entrou com ação na justiça para conseguir uma liminar contra a realização dessas assembleias ilegais. A expectativa é de que seja restabelecida em breve a legalidade do ACT 2011/2012 da Conab bem como o reconhecimento dos legítimos representantes da categoria. A Condsef também aguarda para semana que vem audiências solicitadas na Casa Civil e nos ministérios do Planejamento e Agricultura. Documentos foram enviados denunciando toda a direção da Conab por atos anti-sindicais.
Trabalhadores devem ser respeitados – Não é possível que um governo de origens trabalhistas faça vistas grossas a esse desrespeito a liberdade de organização da classe trabalhadora. A atual direção da Conab vem afrontando de forma desrespeitosa e absurda a vontade da maioria dos trabalhadores, fato que não acontecia sequer em épocas de ditadura. Tal comportamento inaceitável desta direção deve ser denunciado e combatido. A Condsef tem se valido de todos os mecanismos legais para defender a legitimidade do acordo coletivo de trabalho aprovado pelos trabalhadores e reforça sua representatividade e de seus sindicatos filiados junto à categoria.
Ainda este mês, com data a ser confirmada, deve acontecer o julgamento do dissídio coletivo dos trabalhadores da Conab. A informação foi dada à Condsef pelo próprio TST (Tribunal Superior do Trabalho) onde corre a ação em defesa dos trabalhadores da Conab. A categoria deve estar atenta a todas as movimentações e luta em defesa de suas reivindicações. Novas informações vão continuar sendo publicadas aqui em nossa página.

Fonte: Condsef